quinta-feira, 16 de março de 2017

OS BENEFÍCIOS DE UMA BOA ALIMENTAÇÃO


Conceito
Uma boa alimentação significa o consumo de uma variedade de alimentos que fornecem, de forma completa, os nutrientes necessários ao seu corpo para te manter vivo e saudável.
Considerações Nutricionais
Cerca de metade dos adolescentes não comem quantidades suficientes de fruta, legumes de cor verde, como brócolis, couve ou espinafres, ovos ou tomates, comprometendo assim gravemente a sua alimentação saudável.
Deficiência em Ferro
A deficiência em ferro é uma das deficiências mais comuns, e os adolescentes são um dos grupos de maior risco – cerca de 13% dos adolescentes têm reservas de ferro baixas. O rápido crescimento, em complemento com um estilo de vida acelerado e escolhas alimentares pouco saudáveis, podem resultar em deficiências de ferro ou anemias. As moças precisam ter uma particular atenção às reservas de ferro, já que perdem muito sangue durante a menstruação.
A fonte principal de ferro é a carne vermelha, mas existem muitas boas fontes de ferro alternativas a carne, como cereais fortificados em ferro, pão, legumes de cor verde ou fruto secos. O organismo não consegue absorver tão eficazmente o ferro destes alimentos, mas a combinação com vitamina C aumenta a capacidade de absorção do corpo. Em contraste, os taninos encontrados no chá reduzem a absorção, sendo por isso preferível beber um copo de sumo de laranja com os cereais do que uma chávena de chá.
 Deficiência em Cálcio
Cerca de 25% dos adolescentes ingerem cálcio em quantidades inferiores às recomendadas, com implicações sérias no futuro, em particular na saúde óssea.
A osteoporose é uma doença óssea que torna os ossos finos e quebradiços. Os ossos continuam a crescer a ganhar massa até aos 30 anos de idade – com o período da adolescência a ser o período mais importante em todo o processo. A vitamina D, cálcio e fósforo são vitais para que este desenvolvimento decorra dentro da normalidade. As doses diárias recomendadas de cálcio para adolescentes variam entre os 800mg a 1,000 mg por dia.  
Alimentos ricos em cálcio devem ser consumidos diariamente. A fonte mais rica de cálcio do planeta é o leite e todos os seus derivados. Beber um copo de leite por dia, comer algumas fatias de queijo ou até mesmo beber um iogurte ou batido ao lanche assegura que as quantidades necessárias de cálcio são ingeridas. Em alternativa, o leite de soja pode ser um bom substituto ao leite de vaca.
Confira alguns benefícios da boa alimentação:
·         Ajuda a manter a disposição.
·         Ajuda na manutenção do peso.
·         Reduz os efeitos colaterais do tratamento.
·         Reduz o risco de infecção.
·         Ajuda na recuperação do tratamento.
Nutrientes
Proteínas
As proteínas ajudam a manter o sistema imunológico saudável. A ausência de proteínas pode reduzir a resistência do corpo às infecções, além de aumentar o tempo de recuperação da doença. Os pacientes com câncer costumam precisar de mais proteínas do que o normal, para ajudar em sua recuperação e no combate às infecções.
Peixes, aves, carne vermelha magra, ovos, produtos lácteos magros, nozes e manteigas vegetais, feijões secos, ervilhas, lentilhas e alimentos de soja são exemplos de fontes de proteínas.
Gorduras
As gorduras também desempenham um papel importante na alimentação. Gorduras e óleos são feitos de ácidos graxos, uma fonte rica de energia para o corpo. A gordura ajuda a manter a temperatura corporal, além de servir como depósito para as calorias extras do corpo e ajudar na absorção e transporte de determinadas vitaminas através da corrente sanguínea.
Você já deve ter ouvido que algumas gorduras são melhores para seu organismo do que outras. Considerando os efeitos das gorduras no coração e no nível do colesterol, prefira gorduras monoinsaturadas e poliinsaturadas às gorduras saturadas ou trans.
Gorduras Monoinsaturadas - São encontradas principalmente em óleos vegetais, como de oliva, canola e amendoim.
Gorduras Poliinsaturadas - São encontradas principalmente em frutos do mar e em óleos vegetais, como cártamo, girassol, linhaça e milho.
Gorduras Saturadas - São encontradas principalmente em fontes animais, como carnes e aves, leite, queijo e manteiga. Alguns óleos vegetais, como côco e palma também tem gorduras saturadas. Este tipo de gordura pode aumentar o colesterol e risco de doença cardíaca.
Ácidos Graxos Trans - São formados quando os óleos vegetais são transformados em gordura vegetal (margarina). As principais fontes de gorduras trans são os salgadinhos e pães feitos com gordura vegetal. Estas gorduras também são encontradas naturalmente em alguns produtos de origem animal, como os laticínios. Tente eliminá-los de sua dieta, pois podem aumentar o colesterol ruim e diminuir o colesterol bom.
Carboidratos
Os carboidratos são a principal fonte de energia do organismo, sendo responsáveis por fornecer ao corpo o combustível necessário para as atividades físicas e bom funcionamento dos órgãos. As melhores fontes de carboidratos, como as frutas, verduras e grãos integrais, também fornecem vitaminas e minerais necessários, além de fibras e fitonutrientes para as células do corpo.
Os grãos integrais contêm todos os nutrientes naturais das sementes inteiras. Esses tipos de grãos podem ser encontrados em cereais, pães, farinhas e biscoitos. Alguns grãos integrais, como quinoa, cevada e arroz integral, podem ser usados como acompanhamentos ou parte de um prato principal.
A fibra é a parte dos alimentos vegetais que o organismo não digere. Existem dois tipos de fibra: a fibra insolúvel, que ajuda a transportar os resíduos de alimentos para fora do corpo, e a fibra solúvel, que aumenta o tempo de exposição dos nutrientes no estômago, proporcionando uma melhora na digestão dos mesmos.
Outras fontes de carboidratos incluem pães, batatas, arroz, macarrão, massas, cereais, milho, ervilha e feijão. Os doces também podem fornecer carboidratos, porém fornecem muito pouco em termos de vitaminas, minerais ou fitonutrientes.
Água
Todas as células do corpo necessitam de água para funcionar. Se você não ingerir líquidos em quantidade suficiente, ou se perder mais líquido do que ingeriu, seu corpo pode ficar desidratado. Algumas das principais causas da desidratação são: febre, excesso de exercício físico, vômitos e diarreias. Uma pessoa deve beber cerca de oito 8 copos de água por dia, para garantir que todas as células do corpo tenham a quantidade necessária de água. Em caso de vômitos ou diarreia, é recomendado aumentar a ingestão de líquidos, inclusive de alimentos como sopas, leite, sorvete e ate mesmo gelatina, que ajudam a fornecer água para o organismo.
Vitaminas e Minerais
O corpo necessita de pequenas quantidades de vitaminas e minerais para seu bom funcionamento. Essas vitaminas e minerais ajudam a metabolizar a energia (caloria) dos alimentos. A maioria dessas vitaminas e minerais é encontrada naturalmente nos alimentos, mas, também podem ser encontrados como suplementos.
Uma pessoa que segue uma dieta equilibrada, com calorias e proteínas, normalmente obtém a quantidade suficiente de vitaminas e minerais que o corpo precisa. Mas, muitas vezes, pode ser difícil seguir uma dieta equilibrada durante o tratamento do câncer, em função dos efeitos colaterais. Neste caso, o médico ou um nutricionista, podem sugerir um multivitamínico e suplementos minerais.
Algumas pessoas com câncer acabam tomando, por conta própria, grandes quantidades de vitaminas, minerais e outros suplementos alimentares para tentar aumentar o sistema imunológico. Porém, algumas dessas substâncias podem ser prejudiciais, principalmente quando ingeridas em grandes quantidades. Na verdade, grandes doses de algumas vitaminas e minerais podem diminuir a eficácia tanto da quimioterapia, como da radioterapia. Se você está pensando em tomar uma vitamina ou suplemento, consulte seu médico, sobre os benefícios, nunca tome nada por conta própria.
Antioxidantes
Os antioxidantes incluem as vitaminas A, C e E, selênio e zinco, e algumas enzimas que absorvem os radicais livres, impedindo-os de atacar as células normais.
Não é recomendada a ingestão de grandes doses de suplementos antioxidantes durante a quimioterapia ou radioterapia. Se você precisa, ou quer aumentar a quantidade de antioxidantes no seu organismo, procure consumir uma grande variedade de frutas e legumes, que são boas fontes de antioxidantes naturais.
Fitonutrientes
Fitonutrientes ou fitoquímicos são compostos naturais bioativos encontrados em produtos vegetais, como frutas, legumes e chás. Os três tipos de fitonutrientes mais conhecidos são: isoflavonas encontrado na soja principalmente; carotenoides encontrados em vegetais de coloração amarelada e flavonoides encontrados em uvas, ameixas e chá.
Ervas
As ervas têm sido usadas no tratamento de doenças há centenas de anos, com resultados variados. Atualmente, as ervas são encontradas em muitos produtos, como comprimidos, chás e pomadas. Apesar de aparentemente inofensivos, alguns desses produtos podem causar efeitos colaterais sérios e prejudiciais, podendo até mesmo interferir na recuperação cirúrgica e nos tratamentos quimioterápicos e radioterápicos. Portanto, se você estiver interessado em usar produtos que contenham ervas, consulte seu médico oncologista.
Suplementação Alimentar
Considerações sobre Segurança
Muitas pessoas acreditam que os suplementos encontrados à venda são seguros e cumprem o que prometem. Apesar de possuírem os componentes indicados nos rótulos, os suplementos não deixam claro para o consumidor quais são seus efeitos colaterais, além de não existirem estudos sobre sua eficácia.
Converse sempre com seu médico a respeito dos suplementos que você utiliza diariamente ou que está pensando em começar a usar, certificando-se que nenhum dos componentes da fórmula interfere em sua saúde ou nos tratamentos do câncer.
Confira algumas outras dicas de segurança:
·         Peça informações ao seu médico sobre os suplementos alimentares.
·         Verifique os rótulos dos produtos, quanto à quantidade e concentração dos componentes ativos contidos em cada produto.
·         Se tiver qualquer efeito colateral, como tosse, chiado, coceira, formigamento, entre outros, entre em contato com seu médico imediatamente.


Pirâmide Alimentar



Questionário
1.        O que é uma Boa Alimentação?
2.        Cite os Benefícios de uma Boa Alimentação.
3.        Cite os Principais Nutrientes e sua função no corpo.
4.        Em quê pode resultar a Deficiência de Ferro e Cálcio no seu organismo?
5.        Quais os cuidados e segurança que devemos ter com os Suplementos Alimentares?

Obs.: Responda o Questionário acima e traga na próxima aula teórica.

Um comentário:

Prof. Fábio Barros disse...

RESOLUÇÃO 3
1. O que é uma Boa Alimentação?
Uma boa alimentação significa o consumo de uma variedade de alimentos que fornecem, de forma completa, os nutrientes necessários ao seu corpo para te manter vivo e saudável.
2. Cite os Benefícios de uma Boa Alimentação.
• Ajuda a manter a disposição;
• Ajuda na manutenção do peso;
• Reduz os efeitos colaterais de tratamentos médicos;
• Reduz o risco de infecção.
• Ajuda na recuperação do tratamento.

3. Cite os Principais Nutrientes e sua função no corpo.
Proteínas. As proteínas ajudam a manter o sistema imunológico saudável, construção e reconstrução muscular, óssea, pele e órgãos. A ausência de proteínas pode reduzir a resistência do corpo às infecções, além de aumentar o tempo de recuperação da doença.
Gordura. A gordura ajuda a manter a temperatura corporal, além de servir como depósito para as calorias extras do corpo e ajudar na absorção e transporte de determinadas vitaminas através da corrente sanguínea.
Carboidratos. Os carboidratos são a principal fonte de energia do organismo, sendo responsáveis por fornecer ao corpo o combustível necessário para as atividades físicas e bom funcionamento dos órgãos.
Água. Todas as células do corpo necessitam de água para funcionar. Se você não ingerir líquidos em quantidade suficiente, ou se perder mais líquido do que ingeriu, seu corpo pode ficar desidratado. Uma pessoa deve beber cerca de oito 8 copos de água por dia, para garantir que todas as células do corpo tenham a quantidade necessária de água.
Vitaminas e Minerais. O corpo necessita de pequenas quantidades de vitaminas e minerais para seu bom funcionamento. Essas vitaminas e minerais ajudam a metabolizar a energia (caloria) dos alimentos.
Antioxidantes. Os antioxidantes incluem as vitaminas A, C e E, selênio e zinco, e algumas enzimas que absorvem os radicais livres, impedindo-os de atacar as células normais.
4. Em quê pode resultar a Deficiência de Ferro e Cálcio no seu organismo?
Deficiência de Ferro. O rápido crescimento, em complemento com um estilo de vida acelerado e escolhas alimentares pouco saudáveis, podem resultar em deficiências de ferro ou anemias. As moças precisam ter uma particular atenção às reservas de ferro, já que perdem muito sangue durante a menstruação.
Deficiência de Cálcio. Cerca de 25% dos adolescentes ingerem cálcio em quantidades inferiores às recomendadas, com implicações sérias no futuro, em particular na saúde óssea como a osteoporose que é uma doença óssea que torna os ossos finos e quebradiços.
5. Quais os cuidados e segurança que devemos ter com os Suplementos Alimentares?
• Peça informações ao seu médico sobre os suplementos alimentares.
• Verifique os rótulos dos produtos, quanto à quantidade e concentração dos componentes ativos contidos em cada produto.
• Se tiver qualquer efeito colateral, como tosse, chiado, coceira, formigamento, entre outros, entre em contato com seu médico imediatamente.